A Idade da Vergonha

Postado em 13/02/2018

A Idade da Vergonha

À medida que crescem, as crianças vão mudando suas atitudes, ficam mais reservadas diante dos pais ou daqueles que estão ligados ao seu cotidiano.

É normal que isso aconteça por volta dos oito, dez anos de idade, na pré-adolescência, onde sofrem as primeiras alterações físicas, que costuma assustá-los. Aparecem os primeiros pelos pelo corpo, mas em pequenas quantidades, nas meninas inicia-se um pequeno crescimento dos mamilos e nos meninos um pequeno aumento do tamanho do pênis.

Além dessas mudanças, que fazem com que escondam o corpo, também querem mostrar autonomia, independência e por isso vão se desligando dos cuidados que antes precisavam.

A vergonha também pode aparecer diante dos parentes e amigos da família, fazendo com que o jovenzinho fique sem graça até mesmo para cumprimentá-los.

Os pais não devem ver isso como se a criança estivesse se afastando deles, é preciso manter a mesma amizade de antes, com carinho e respeito à nova fase da vida dos pequenos. O diálogo deve estar presente na vida de ambos, a fim de esclarecer as dúvidas e passar maior confiança quanto a essas alterações físicas e emocionais, de que as mesmas são normais e que acontecem com todas as pessoas.

Nessa fase do desenvolvimento as crianças não estão voltadas para o sexo, este não é tido como o mais interessante para elas, pelo contrário, o aspecto intelectual, do conhecimento propriamente dito ganha uma dimensão mais elevada para o centro de atenção deles.

A vergonha também passa pelo eixo da própria criança e, portanto, ironias e brincadeiras de mau gosto podem ferir a mesma, tornando-a ainda mais tímida. Aos poucos e com a ajuda da família as crianças superam suas dificuldades e aprendem a conviver com as mudanças.

Outras Notícias

 

8 aprendizados que a disciplina traz ao seu filho
Postado em 15/02/2019

* Ter facilidade no relacionamento interpessoal - Ele vai saber ceder, negociar, lidar com a necessidade do outro.

* Ser mais equilibrado e responsável - Aprendendo a lidar com frustrações desde cedo, ele terá mais controle d...
leia mais »

O que fazer com os filhos nas férias?
Postado em 08/02/2019

Ele pode continuar aprendendo longe da escola e, o que é mais importante, estreitar laços afetivos que ficam um pouco esquecidos na correria do período letivo.

As férias se aproximam e os pais já começam a se desesperar: o que fazer com tanto te...
leia mais »

O papel da escola no incentivo à leitura
Postado em 01/02/2019

Imagine uma escola em que as crianças topam com um livro a toda a hora. Quando querem procurar algo para fazer, lá estão os exemplares, disponíveis. Se é hora de procurar informações, também estão eles lá, como opç&otild...
leia mais »